Vendedor externo não receberá por aluguel de cômodo por armazenar produtos em casa

Segundo consta no noticiário da página eletrônica do TST, do dia 29 de novembro de 2016, a Oitava Turma, ao analisar o recurso de um reclamante, vendedor de produtos, que pretendia receber valor referente ao aluguel de um dos cômodos de sua casa utilizado para armazenamento de produtos da empresa, o rejeitou. O noticiário fez constar que: “na primeira instância, a Hypermarcas, ...
Veja Mais