Para Governo, reforma trabalhista deve ser parcelada

Temer já sancionou projeto que permite a contratação de colaboradores sem carteira assinada. Outros temas devem tramitar no Congresso ainda em 2016. Os principais tópicos que envolvem a reforma trabalhista devem ter novidades ainda em 2016. Isso porque projetos com temas como terceirização, trabalho escravo, gorjetas e direito de greve devem ter andamento no Congresso antes da ...
Veja Mais